O primeiro jornal fast-news do Nordeste
JUAZEIRO DO NORTE - CE
JUANORTE
O Think Tank da Metrópole do Cariri
Capa    21/05/2017  Edição 422

TRAIÇOEIRAS ARMADILHAS

Nunca é demais de se ficar lembrando que Juazeiro não é lugar para principiante. A nossa história está recheada de claros e gritantes exemplos mostrando que todos aqueles que traíram sonhos e projetos de desenvolvimento da Terra da Mãe de Deus, que se levantaram contra seu progresso econômico e social, que tentaram enxovalhar a memória do Padre Cícero ridicularizando sua população sóbria, trabalhadora e ordeira nunca nenhum desses tiveram final feliz... Juazeiro é e sempre foi generoso com todos que contribuíram e contribuem para progresso e para a felicidade de todos os devotos e romeiros do Padre Cícero. Desde os primeiros tempos o Padre Cícero conseguiu construir o convívio harmonioso e solidário dos filhos da terra com todos os adventícios tanto aqueles que buscavam como romeiros e devotos a paz, a salvação e dignidade humana quanto aqueles que vinham em busca de sucesso comercial já que Juazeiro foi um grande empório comercial e um grande celeiro. Alguns pesquisadores da área de ciências políticas e dos movimentos religiosos populares constaram que a história de Juazeiro é edificada pelo trabalho e pela oração. Portanto, no universo da

paisagem humana de Juazeiro não tem lugar para ficar maquinando trapaças e articulando trambiques para se apoderar de bens de terceiros. O progresso de Juazeiro é construído pelo trabalho árduo e honesto de seus filhos em todos os dias do ano.Há um velho ditado ou provérbio latino que afirma "a ociosidade é a mãe de todos os vícios". Em Juazeiro não se tem tempo ocioso porque queremos crescer e nos projetar na história como a unidade da Federação Brasileira que mais cresce no País, apesar de todos os obstáculos que são postos em nosso caminho. E os desafios surgem para serem vencidos... O olhar do nosso povo está fixado no futuro... No entanto, temos sempre presente que o nosso passado histórico de lutas gloriosas e de vitórias magníficas nos conduz à construção de um futuro glorioso.No entanto, o fascínio que produz nossas realizações incita a mediocridade a procurar qualquer coisa cousa, mesmo que seja calúnia ou calúnia, para tentar empanar o brilho da trajetória de Juazeiro, seu dinâmico desenvolvimento, sua consolidação como grande e majestosa metrópole. Os adversários de Juazeiro são verdadeiros profissionais da calúnia, com dedicação integral à intriga e à cizânia. Como não têm capacidade de realizar
Foto: Juazeiro do Padre Cícero
conquistas materiais e culturais, buscam o atalhos criminosos de assaltar os bens alheios como foi a tentativa de esbulho com amparo na Lei nº 16.198, de 29.12.2016, apoderando-se de parcela do território físico de Juazeiro. A larga ausência de notícias sobre as medidas judiciais que devem estar sendo adotada pelas autoridades municipais de Juazeiro nos deixa perplexos porque, enquanto silenciamos, os hábeis adversários de Juazeiro trabalham arduamente na surdina utilizando de todos os meios até mesmo daqueles que juridicamente lícitos. Se essa hipótese tiver fundamento fático, só resta mesmo a sociedade civil de Juazeiro entrar com uma ação coletiva no Supremo Tribunal Federal pedindo a nulidade dos atos fixados na Lei nº.16.198, de 29.12.2016, por ser inconstitucional e portanto nula de fato e de direito.Somente para alertar o grau de maldade dos adversários de Juazeiro, nestes últimos dias, eles têm divulgado nas mídias nacionais que Juazeiro é uma das cidades mais violentas do mundo, sem citar fontes da pesquisa nem o instituto que a realizou querendo com isso enxovalhar a vida social da cidade do Padre Cícero. Juazeiro não pode de maneira alguma aceitar essas provocações. Vamos identificar cada caluniador para que Juazeiro todo saiba quem são os nossos atuais adversários ou inimigos. .. .
LOCALIZAÇÃO