O primeiro jornal fast-news do Nordeste
JUAZEIRO DO NORTE - CE
JUANORTE
Jornal de Opinião da Metrópole do Cariri
Capa      13/04/2014  Edição 277

 


DECÁLOGO DE CRED0 DO JUANORTE

Primeiro

Razão Original
CREMOS que a razão original do Juanorte é servir à sociedade de Juazeiro do Norte, professantemente: informando e opinando com independência, abrangência e honestidade intelectual; mantendo inabalável fidelidade ao compromisso com Juazeiro; e expressando e repercutindo, corretamente, os sentimentos, os interesses e as aspirações do povo de Juazeiro. Seu papel jornalístico é servir ao Juazeiro porque jornal que não serve para servir à sua comunidade não serve para existir.
Segundo
Razão Formal
CREMOS que a razão formal do Juanorte é buscar orientar a sociedade de Juazeiro do Norte, objetivamente: tratando com vigilância, imparcialidade e seriedade fatos, pessoas e ideias; oferecendo opiniões e interpretações de forma irrestrita, independentemente de confronto ou não, de conflito ou não, expressas e assumidas com clareza, firmeza e vigor. Seu papel jornalístico é gerar um ambiente crítico em relação aos mensageiros públicos e suas mensagens, prospectando e apontando novos rumos para o progresso geral do Juazeiro.
Terceiro
Razão Primordial
CREMOS que a razão primordial do Juanorte é expressar a sociedade de Juazeiro do Norte, assumidamente: difundindo fatos e notícias com verdade, exatidão e responsabilidade editorial em defesa da sociedade do Juazeiro; rejeitando, categoricamente, ataques pessoais em forma de mentira, ou injúria, ou calúnia e ou difamação, e acolhendo, democraticamente, argumentos e contra-argumentos no plano das ideias; desfazendo controvérsias e repelindo maquinações, sobretudo políticas, contra os interesses do Juazeiro. Seu papel jornalístico é exercer com qualidade e credibilidade amparo e apoio aos anseios e aspirações do Juazeiro.
Quarto
Razão Retórica
CREMOS que a razão retórica do Juanorte é tentar persuadir a sociedade do Juazeiro do Norte, afirmativamente: exercendo o direito constitucional e democrático da liberdade de expressão com criatividade, firmeza, responsabilidade e combatividade na defesa e na promoção do Juazeiro; desprezando e condenando os sentimentos de intolerância, os artifícios de sectarismo e o sensacionalismo grotesco indefensável contra Juazeiro; despertando e fomentando a consciência e a cidadania dos juazeirenses na luta pelos seus objetivos coletivos; e acolhendo somente a verdade que lhe proporcionará o respeito e o crédito generalizados; Seu papel jornalístico é provocar a maior participação da sociedade de Juazeiro na vivência do seu presente e na construção do seu futuro.
Quinto
Razão Dialética
CREMOS que a razão dialética do Juanorte é procurar estimular o debate e auto-estima na sociedade de Juazeiro do Norte, resolutamente: divulgando e analisando os fatos de interesse do público juazeirense; avaliando, discutindo e opinando sobre a informação completa e indispensável que coloque aos olhos do Juazeiro manipulações criminosas e propósitos escusos, de politicagem ou de venalidade, contra Juazeiro. Seu papel jornalístico se cumpre com análises e interpretações dos fatos que proporcionem ao povo do Juazeiro a melhor e mais profunda compreensão da realidade.
Sexto
Razão Catalítica
CREMOS que a razão catalítica do Juanorte é dinamizar a sociedade de Juazeiro do Norte, positivamente: promovendo os fatos de interesse da cidade e apoiando as manifestações que estimulem e fortaleçam o seu progresso social, político, econômico, educativo, desportivo e cultural; e ampliando e promovendo o conhecimento e a difusão das conquistas e vitórias que ampliem as possibilidades e as expectativas de real prosperidade. Seu papel jornalístico inclui a função objetiva de tentar fazer a sociedade do Juazeiro avançar em progresso geral.
Sétimo
Razão Potencial
CREMOS que a razão potencial do Juanorte é procurar formar a sociedade do Juazeiro do Norte, pedagogicamente: denunciando irregularidades na administração pública, apontando erros políticos contrários aos interesses públicos, condenando abusos e manipulações governamentais e indicando novos rumos à cidade; reconhecendo e assumindo, publicamente, eventuais equívocos, com a necessária correção, sempre empenhado para que suas virtudes permanentes sejam superiores aos defeitos circunstanciais. Seu papel jornalístico tem o dever de contribuir para elevar as aspirações do Juazeiro em sua jornada de desenvolvimento.
Oitavo
Razão Moral
CREMOS que a razão moral do Juanorte é tentar aperfeiçoar a sociedade do Juazeiro do Norte, diligentemente: valorizando a ética de procedimentos dos poderes político e econômico; exprimindo firmeza de posição consciente de que nem sempre o interesse dos governantes corresponde aos interesses dos governados; e mantendo absoluta vigilância para que o interesse pessoal dos poderosos de plantão no Município e no Estado jamais fique acima do interesse público do Juazeiro. Seu papel jornalístico contempla vigilância permanente sobre a gestão pública para evitar ou condenar desvios do dinheiro público em favor de interesses pessoais ou partidários.
Nono
Razão Política
CREMOS que a razão política do Juanorte é tentar libertar a sociedade do Juazeiro do Norte, corajosamente: resistindo às opressões de natureza política, religiosa, cultural e econômica e às pressões de qualquer natureza pela omissão ou manipulação dos fatos; denunciando eventuais campanhas dissimuladas, discriminatórias e conspiratórias, do Governo ou instituições não governamentais no Estado contra os interesses do Juazeiro; garantindo o firme cumprimento do dever indeclinável de informar e opinar à comunidade do Juazeiro, que tem o direito inalienável de ser informada e conhecer a interpretação e análise de tudo que lhe afeta. Seu papel jornalístico será exercido sem qualquer vinculação política ou partidária, porque partido nenhum quer o bem comum e porque seu único e exclusivo partido é o Juazeiro.
Décimo
Razão Final
CREMOS que a razão final do Juanorte é contribuir, efetivamente, pela informação qualificada, para transformar a sociedade do Juazeiro, progressivamente: disseminando, de forma responsável e compromissada, as informações e opiniões sobre problemas de interesse geral, permanentes, profundos e complexos, e de utilidade pública na valorização e na promoção das múltiplas potencialidades do Juazeiro; assumindo a prática permanente da objetividade, da imparcialidade, da liberdade, da independência e da ética no firme propósito de defesa intransigente da cidade, essencial para fomentar a elevação da auto-estima e a amplitude de participação individual e coletiva dos juazeirenses no progresso geral do Juazeiro. Seu papel jornalístico agrega o dever de promover a transformação social e cultural porque somente assim justificará sua função transcendental como instrumento propulsor de cidadania em favor do Juazeiro. Para o Juanorte, os interesses do Juazeiro estarão sempre acima dos interesses de qualquer outra cidade. Seguramente, cumprindo esse decálogo estaremos sendo fiéis ao primado filosófico do Juanorte, definido em seu primeiro editorial: "Seremos a favor de tudo e de todos que forem a favor do Juazeiro e seremos contra tudo e todos que forem contra Juazeiro". Com esse Credo, o Juanorte assume sua principal e inarredável missão: defender e promover, de forma intransigente, o progresso do Juazeiro, fortalecendo sua vocação natural e seu destino histórico de Metrópole do Cariri. Seremos "Boni cives, amantes urbis".

 

COLUNÁRIO Menezes Barbosa Jota Alcides Fábio Tavares Luiz Carlos Renato Casimiro Abraão Batista
Willkier Barros Geová Sobreira CineJuanorte Cariricatura MusaJuanorte Editorial
ColunadaHora TribunaJuanorte QuemSomos Leitores Expediente Links

GuiaJUANORTE